25 de maio – Dia Internacional da Tireóide

Dra. Morgana - endocrinologista

25 de maio – Dia Internacional da Tireóide

Endocrinologista atende agora em Tapejara.

Maio é o mês de conscientização sobre as doenças da Tireóide. Neste ano, o foco da campanha que marca o Dia Internacional da Tireóide (25/05) é “Tenho um nódulo na tireóide. E agora?”.

Nódulo é uma massa de tecido que cresceu ou um cisto cheio de líquido que se forma no interior da glândula tireóide.

Segundo a Dra. Morgana Regina Rodrigues, endocrinologista, a maioria dos nódulos não causam sintomas. Raramente eles podem ocasionar dor, rouquidão ou dificuldade para respirar ou engolir. A maior preocupação em relação ao nódulo de tireóide é o risco de malignidade. Cerca de 10% de todos os nódulos de tireóide são malignos.

O tratamento depende do tipo de nódulo. É importante sempre procurar um médico endocrinologista especialista no assunto para obter o melhor tratamento.

Você sabia?

РA tireoide ̩ uma gl̢ndula que fica na base da regịo anterior do pesco̤o.

РA tireoide produz dois horm̫nios a TRIIODOTIRONINA (T3) e a TIROXINA (T4).

– Esses hormônios são muito importantes em todas as fases da vida, como na formação dos órgãos fetais (principalmente o cérebro), crescimento, desenvolvimento, fertilidade e reprodução.

– Os hormônios da tireóide exercem ainda importante atuação nos batimentos cardíacos, sono, raciocínio, memória, temperatura do corpo, funcionamento intestinal e no metabolismo.

– As principais doenças que afetam a glândula são: hipotireoidismo (função diminuída), hipertireoidismo (aumento de função), tireoidites (processos inflamatórios) e nódulos na tireóide (benignos ou malignos).

РO hipotireoidismo ̩ mais comum em mulheres mas pode acometer qualquer pessoa, independente de g̻nero e idade, podendo tamb̩m rec̩m-nascidos, o chamado Hipotireoidismo Cong̻nito.

– Durante a gravidez, o hipotireoidismo não diagnosticado e não tratado pode se associar com complicações à gestação e ao feto.

РEm crian̤as, o hipotireoidismo atrapalha o rendimento escolar se ṇo tratado adequadamente.

– Os nódulos de tireóide são muito freqüentes e podem afetar de 50% a 60 % da população.

Estudos populacionais revelam que, entre 4% e 7% das mulheres e 1% dos homens adultos apresentam nódulos palpáveis na tireóide. Apesar da maioria dos nódulos serem benignos, é importante o exame e acompanhamento com o médico especialista para descartar a malignidade. Atualmente a incidência de câncer não ultrapassa 24 casos para 100 mil habitantes, mas a frequência vem aumentando. De acordo com o último consenso, o câncer de tireóide é a 5ª neoplasia maligna mais freqüente em mulheres e 17º mais prevalente nos homens.

“A campanha deste ano chama atenção das pessoas para que ao perceberem aumento na região cervical ou palpação de qualquer nodulação, procurem um endocrinologista”,  afirma Dra. Morgana.

Tapejara conta agora com uma médica endocrinologista: Dra Morgana Regina Rodrigues. Seu primeiro atendimento será no dia 23 de maio (terça-feira à tarde) e a partir do junho, será nas quintas-feiras pela manhã (dias 1º, 15, 29/06…) de quinze em quinze dias, na Saúde Center Clínica.

Agende consulta pelo telefone (54) 3344-3600.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

2 comentários sobre “25 de maio – Dia Internacional da Tireóide”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *